Como seria se cada pessoa amasse o seu cabelo exactamente como ele é?

  • Como seria se cada pessoa amasse o seu cabelo exactamente como ele é?

Como seria se cada pessoa amasse o seu cabelo exactamente como ele é?

Como seria se cada pessoa amasse o seu cabelo como ele é?

Podia continuar e falar no corpo, nos olhos, nos dentes, no feitio…e por aí fora, mas eu vou focar-me no cabelo.

O que leva tantas pessoas a quererem o cabelo que não têm? O que leva tantas pessoas de cabelo liso a sonhar com cabelo encaracolado, de encaracolado a sonhar com liso, de cabelo claro a sonhar com cabelo escuro e de cabelo escuro a sonhar com cabelo claro?

A esta altura já várias pessoas se identificaram nestes exemplos. Quem não quer sentir-se bem na própria pele?

É fácil encontrar na internet formas de “domar” o cabelo, de dar volume, de alisar e por aí fora, mas e se ao invés de tentar e tentar controlar o cabelo o trabalho fosse no sentido de o conhecer, aceitar e escutar?

Não digo com isto que sou contra um cabelo arranjado, digo apenas que muitos são os cabelos que não podem “ser”.

Vou dar um exemplo, hoje tive o prazer de ver uns caracois que foram desfrizados durante anose nos ultimos dois esticados. Há anos que não viam a luz do sol, até hoje. Tenho de confessar que foi para mim um prazer ter tido a oportunidade de ver uma mulher linda partilhar comigo quem é de verdade.

Cresceu a ouvir outros inclusive pais  e cabeleireiros a dizerem-lhe o quanto o seu cabelo era dificil, complicado e talvez por isso até à adolescência o corte que lhe faziam era muito curto. Aí ela começa a estica-lo e a deixa-lo crescer, associa por isso a sua feminilidade ao cabelo liso, controlado, domado.

Afinal que parte dela se perdeu nesta história? Quantas pessoas passam por situações semelhantes e se sentem inseguras com o próprio cabelo? E que impacto pode isso gerar na vida de alguém?

O cabelo é para mim uma ferramenta importante que nos conta a nossa história, o que está cá dentro. É uma forma de expressão e que muitas vezes tem pouca possibilidade de se exprimir.

Voltando ao inicio, como seria se vivessemos num mundo de pessoas que amam o seu cabelo exactamente como ele é? Seria com certeza um mundo em que cada ser se responsabilizaria por criar a própria vida, um mundo em que cada um amaria cada parte de si, um mundo em que cada um não se preocuparia com a perfeição mas sim com a evolução, um mundo em que não seria objectivo a perfeição e por isso mesmo existiria a aceitação, um mundo de pessoas pacientes capazes de ser quem realmente são, um mundo de pessoas empoderadas, saudaveis, felizes e muito mais. E os efeitos que teria um mundo de pessoas que amam o cabelo exactamente como ele é está aqui.

Acredito que ao partilhar convosco um pouco daquilo que é a minha visão, juntos já estamos a criar esse mundo!

About the Author

Ana Sofia Correia é a Founder do Método Cabeleireiro Holístico, uma abordagem aos Cabelos consciente, sustentável e respeitosa do Cabelo e do Ser Humano como um todo.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook